Tribunal de Justiça da Paraíba

Tribunal de Justiça da Paraíba faz 124 anos neste 15 de outubro e lança obras

Programação inclui lançamento de livro sobre João Suassuna e do novo Memorial Virtual do Poder Judiciário. Consta ainda a entrega de medalha do mérito

Tribunal de Justiça_01_08_08_ (14)

Solenidade ocorrerá às 16h, na Sala de Sessões do Pleno, sob a presidência do desembargador Marcos Cavalcanti.

Consta na programação o lançamento do livro “João Suassuna – um magistrado que governou a Paraíba”, de autoria do desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, presidente do TJPB, em parceria com o jornalista José Nunes, além da outorga da Medalha e Diploma do Mérito Judiciário na categoria Bons Serviços ao servidor Alyson Souto Diniz e o lançamento do Memorial Virtual do Judiciário. O evento e coordenado pela Comissão de Cultura e Memória do Poder Judiciário, presidido pela desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti.

Consta ainda na programação a entrega do Memorial “Desembargador Heráclito Cavalcanti Carneiro” e distribuição de plaquete sobre a vida do magistrado. “Sem dúvida é um momento por demais gratificante lançar os nossos livros por ocasião do aniversário do Tribunal”, disse o desembargador Marcos Cavalcanti. Ja o Memorial Virtual ganhou novo design, com editoração do jornalista Gilberto Lopes e desenvolvimento dos servidores Jão Paulo Fechine e Gedvan Pereira. O livro “João Suassuna – um magistrado que governou a Paraíba” tem apresentação do professor Francelino Soares de Sousa. Na solenidade de lançamento, a obra será apresentada pelo neto de Ariano Suassuna, João Urbano Bezerra Suassuna, secretário Executivo de Políticas para Crianças e Jovens de Pernambuco. A capa é do designer Martinho Sampaio, com foto do quadro de Flávio Tavares, onde aparece Ariano e o pai, do acervo da Academia Paraibana de Letras.

Segundo o jornalista José Nunes, quando ocorreram as comemorações dos 80 anos do que se passou a chamar Revolução de 30, João Suassuna ficou relegado a um segundo plano enquanto personagem daqueles acontecimentos. “Sabíamos da existência de poucas coisas escritas sobre ele, porque os olhares tinham se voltado para outra personagem, João Pessoa, que teve e continua tendo seus méritos. Fomos buscar respostas verificando documentos, tomando depoimentos, analisando”, disse.

Capa Joao Suassuna_07-10-2015Trajetória – O magistrado e escritor Cavalcanti lembrou ainda que João Suassuna começou seu trabalho em Umbuzeiro, terra natal do presidente João Pessoa, e depois foi juiz em Campina Grande, até chegar ao Governo (1924 a 1928).
Histórico – João Urbano Pessoa de Vasconcelos Suassuna nasceu em Catolé do Rocha, no dia19 de janeiro de 1886, e morto no Rio de Janeiro a 9 de outubro de 1930.  Estudou na Faculdade de Direito do Recife, onde se bacharelou em 1909. Iniciou sua carreira de advogado em Mossoró, no Rio Grande do Norte e depois assumiu o cargo de juiz nas cidades de Umbuzeiro e Campina Grande e na sequência, Monteiro.  Também foi Procurador da Fazenda Nacional.
Passou a auxiliar o Governo do Presidente Castro Pinto, continuou com o Presidente Antônio Pessoa, quando este assumiu o Governo do Estado por um curto período. No começo do século vinte, a Magistratura tinha muito influência na política, muitos vice-presidentes do Estado eram magistrados, como, por exemplo, Antônio Massa, antigo Juiz em Campina Grande e na Capital, igualmente Pedro Bandeira, em Guarabira e Francisco Montenegro, em Alagoa Grande.

Na gestão de Álvaro Machado (1892 a 1912), muitos juízes assumiram as chefias políticas municipais, como Heráclito Cavalcanti, Francisco Montenegro, Inácio Brito e Geminiano Jurema. Já no comando de Epitácio Pessoa na política paraibana, destacavam-se João Suassuna, José Gaudêncio, Sizenando de Oliveira e Pereira Gomes.

Por Kubitschek Pinheiro

Deprecated: Function create_function() is deprecated in /apps/prod/memorialvirtual/memorialvirtual-2.1.2/wp-content/plugins/simple-lightbox/controller.php on line 1642