Tribunal de Justiça da Paraíba

Epitácio e Família

Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa nasceu em Umbuzeiro (PB) no dia 23 de maio de 1865, filho do coronel da Guarda Nacional e senhor de engenho José da Silva Pessoa e de sua segunda mulher, Henriqueta Barbosa de Lucena, ambos descendentes de proprietários rurais pernambucanos.

Em junho de 1894, Epitácio Pessoa casou-se com Francisca (Chiquita) Chagas, filha única do comendador Carlos Justiniano das Chagas, um dos chefes políticos de Oliveiras, no noroeste de Minas Gerais. Logo após o casamento, o casal partiu em companhia dos sogros de Epitácio para uma longa viagem à Europa. Dez meses depois, entretanto, Francisca faleceu ao dar à luz uma criança morta.

Transcorridos dois anos, Epitácio partiu novamente para a Europa, de onde retornou em novembro de 1897, quando o país se achava mergulhado numa crise política e às voltas com o problema da sucessão presidencial. Prudente de Morais, que recebera o governo das mãos de Floriano Peixoto em 15 de novembro de 1894, completava o terceiro ano de mandato. O rompimento oficial do presidente com Francisco Glicério, chefe do Partido Republicano Paulista (PRP) e líder da maioria na Câmara, trouxera como resultado a formação de dois grupos antagônicos. A candidatura de conciliação de Manuel Ferraz de Campos Sales fora lançada devido à impossibilidade de acordo entre as facções em luta. Eleito em março de 1898, em setembro Campos Sales constituiu seu ministério, convidando Epitácio Pessoa para a pasta da Justiça, que, à época, englobava os serviços de instrução e de saúde pública. Antes de assumir suas novas funções em novembro, Epitácio casou-se com Maria (Mary) da Conceição Manso Saião.

 

Epitacio pessoa e familia

COM A FAMÍLIA NO RIO DE JANEIRO Epitácio Pessoa com a esposa (ao fundo), as três filhas – Laura, Angelina e Helena – e os netos

Deprecated: Function create_function() is deprecated in /apps/prod/memorialvirtual/memorialvirtual-2.1.2/wp-content/plugins/simple-lightbox/controller.php on line 1642